Vendas no varejo paulista caem em abril

Vendas no varejo paulista caem em abril

Quatro primeiros meses do ano acumulam queda de 2,4%

93
0

Com base em dados da Secretaria de Fazenda estadual, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP) informa que o volume de vendas do varejo paulista recuou 3,3% em abril ante o mesmo mês de 2016. Quando se examina o varejo ampliado, que inclui lojas de material de construção e concessionárias de veículos, a queda foi de 3,7% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado. Nos quatro primeiros meses do ano, o volume de vendas caiu 2,4% e 2,2% respectivamente.

Em abril, dos nove setores pesquisados, três cresceram: lojas de departamentos/eletrodomésticos/eletrônicos (8,7%), vestuário/tecidos/calçados (4%) e móveis/decorações (2,9%). As maiores retrações ocorreram em lojas de material de construção (-11,8%), farmácias/perfumarias (-9,5%) e outros tipos de comércio varejista (-13,1%). Em abril, vale lembrar, passaram a valer os reajustes no preço dos medicamentos, o que pode explicar a forte queda do setor.

Das 20 regiões paulistas analisadas pela pesquisa, Jundiaí foi a única a registrar aumento de vendas do varejo ampliado em abril (1,1%). A região Metropolitana Oeste teve a maior retração (-8,2%). Também no acumulado do quadrimestre, Jundiaí apresentou a maior elevação (3,4%), seguida de outras regiões: Sorocaba/Vale do Paranapanema (1,8%), Araraquara (1,8%) e Ribeirão Preto/Baixa Mogiana/Franca (1,1%).

Fonte: ACSP

DEIXE UM COMENTÁRIO