Tequila de George Clooney na Diageo

Tequila de George Clooney na Diageo

Casamigos, sucesso de vendas, foi vendida por US$ 1 bilhão

213
0

Em comunicado aos acionistas e ao mercado a britânica Diageo anuncia que comprou a tequila Casamigos, marca que se tornou notória mundialmente por pertencer ao ator George Clooney e dois sócios. O valor total da transação é de US$ 1 bilhão – US$ 700 milhões agora e US$ 300 milhões ao longo de dez anos, com base no desempenho da companhia. A expectativa é de que as autoridades regulatórias aprovem a operação ainda neste segundo semestre.

A Casamigos fundada em 2013 por Clooney, Rande Gerber (foto) e Mike Meldman e cumpriu rápida trajetória de sucesso. Recebeu prêmios e se tornou a marca de tequila com crescimento mais rápido de vendas nos EUA, 54% ao ano nos últimos dois anos. Em 2016 foram distribuídas 120 mil caixas e a expectativa para 2017 é de que as vendas subam para 170 mil.

A Diageo é dona de poderosa constelação de marcas, que inclui os uísques Johnnie Walker, Black&White e Buchanan’s, a vodca Smirnoff, o gin Tanqueray e a cerveja Guiness (no Brasil, tem a cachaça Ypióca). Mas na lista de dez categorias de bebidas com as quais trabalha – liderada pelos uísques escoceses, com 27% das vendas totais – sua tequila (Don Julio) tem a menor participação, com 2%.

Para melhorar o desempenho nesse segmento a Diageo tentou, por várias vezes, comprar a mais famosa marca mundial de tequila, a José Cuervo, que tem uma participação de mercado de 30%. Todas as tentativas foram infrutíferas. Para se capitalizar, a José Cuervo preferiu a abertura de capital. Sua oferta pública inicial de ações (IPO), realizada em fevereiro na bolsa de valores, foi um sucesso.

DEIXE UM COMENTÁRIO