Recorde semestral da balança comercial

Recorde semestral da balança comercial

Saldo de janeiro a junho foi 53,1% superior ao de 2016

162
0

Com exportações de US$ 107,7 bilhões e importações de US$ 71,5 bilhões, a balança comercial brasileira teve o melhor primeiro semestre de sua história, com saldo de US$ 36,2 bilhões, 53,1% superior ao do mesmo período de 2016. A informação é do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Os embarques cresceram 19,3% e as compras no exterior 7,3% na mesma comparação. Apenas em junho, o país exportou US$ 19,8 bilhões e importou US$ 12,6 bilhões, deixando saldo de US$ 7,2 bilhões, o melhor para meses de junho e o segundo mais alto da série histórica, perdendo apenas para os US$ 7,7 bilhões de maio passado.

De acordo com o ministério, o desempenho foi possível graças à recuperação do preço das commodities no mercado internacional. Essa melhora é mostrada pelo crescimento mais vigoroso dos valores das mercadorias embarcadas no período (17,6%) com expansão menor dos volumes (1,8%). Em relação às importações, os preços tiveram alta média de 4,2%, e a quantidade aumentou 2,9%.

Esse cenário, somado ao crescimento dos volumes exportados, animou o MDIC a aumentar a estimativa de superávit da balança comercial em 2017. A projeção, que era de US$ 55 bilhões subiu agora para US$ 60 bilhões. É o segundo reajuste para cima.

Inicialmente, o ministério previa que o saldo da balança em 2017 repetiria a marca do ano passado – US$ 47,5 bilhões, já um recorde; depois subiu a estimativa para US$ 55 bilhões.

Fonte: MDIC

DEIXE UM COMENTÁRIO