Para vender, Mondelez gela produtos

Para vender, Mondelez gela produtos

Empresa leva refrigeradores a supermercados nordestinos

394
0

A Mondelez, dona das marcas Lacta, Trident e Oreo, vai expandir seu projeto Adegas: levar mais refrigeradores a supermercados de bairro no Nordeste, para evitar que seus produtos expostos derretam com o calor. A companhia, que tira da região mais de um quarto (26,4%) de sua receita total, percebeu que com tal proteção, as vendas crescem mais de 50%.

O projeto, iniciado em 2012, já levou 400 refrigeradores a lojas de seis capitais nordestinas – Aracajú, Fortaleza, Maceió, Natal Recife e Salvador – mais Campina Grande, Paraíba. As peças, fabricadas pela Metalfrio, medem 1m46 de altura e 47cm de largura e têm capacidade para estocar 101 litros.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), o Nordeste é a região que menos consome chocolate no País: 13% do total, embora abrigue 30%  da população. A média per capita é de 1,2 kg ante 2,5 kg da nacional.

No mercado nacional de chocolates, que somou R$ 12,15 bilhões no ano passado, a Mondelez é a segunda colocada em participação, segundo a consultoria Euromonitor. Com 29,9%, fica abaixo da líder Nestlé (34,1%) e à frente da Cacau Show (10,5%), Ferrero(6,2%) e Mars (3,1%).

A empresa não divulga em separado dados de vendas no Brasil. Globalmente, fechou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de US$ 630 milhões, 13,7% superior ao mesmo período do ano passado embora a receita tenha recuado 0,6%, para US$ 6,4 bilhões. Na América Latina, o faturamento subiu 11,4%, para US$ 910 milhões.

Fonte: Valor Econômico

DEIXE UM COMENTÁRIO