Ligeiro recuo da inadimplência em junho

Ligeiro recuo da inadimplência em junho

Número de famílias brasileiras endividadas também recua

147
0

Com queda de 1,2 ponto percentual ante maio, foi a 56,4% o percentual de famílias brasileiras endividadas neste mês, anuncia a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O indicador também ficou abaixo dos 58,1% registrados no mesmo período do ano passado. Apesar de ser essa a segunda queda mensal consecutiva, o número de famílias com dívidas ou contas em atraso aumentou ligeiramente para 24,3% na comparação com o mês anterior (24,2%) mas ficou inferior aos 23,5% em junho de 2016.

O número de famílias que declararam não ter como pagar as contas também teve leve aumento, de 9,5% em maio para 9,6% em junho. Para 76,9% das endividadas, o cartão de crédito permanece como principal compromisso, seguido de carnês (15,2%), crédito pessoal (11,1%) e financiamento de carro (10,1%).

Outra pesquisa, essa da Boa Vista SCPC, mostra que no estado de São Paulo, o número de consumidores que não quitaram suas contas em maio aumentou 1,3% ante abril mas caiu 4,5% com relação a maio de 2016. Na cidade de São Paulo inadimplência cresceu 0,1% em maio ante abril, e caiu 9,5% em comparação com maio do ano passado.

Fonte: CNC e Boa Vista SCPC

DEIXE UM COMENTÁRIO