Emprego melhora, pelo segundo mês

Emprego melhora, pelo segundo mês

Setor agropecuário foi responsável por resultado de maio

211
0
Vinte e um alunos da Escola de Educação Especial Primavera, no Tarumã, receberam na manhã desta terça-feira (02) a carteira de trabalho. Foto: Valdecir Galor/SMCS

Pelo segundo mês consecutivo, as estatísticas de emprego no Brasil exibiram saldo favorável – mais admissões que demissões. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho nesta terça-feira foram abertas 34.253 vagas formais, isto é, emprego com carteira assinada.

A principal influência para o bom resultado foi do setor agropecuário, que criou 46.049 postos, graças à demanda de mão de obra nas culturas de café, laranja e cana de açúcar. Na sequência vieram os setores de serviços, com 1.989 novas vagas, indústria de transformação (1.433) e administração pública (955). Na outra ponta, o comércio fechou 11.254 postos e a construção civil 4.021.

Nos cinco primeiros meses do ano, a mudança foi mais notável, com um acumulado de 48.543 postos, ante um resultado negativo de 448 mil no mesmo período do ano passado.

Fonte: Ministério do Trabalho

DEIXE UM COMENTÁRIO