Caixa apoia mudança de gestão da JBS

Caixa apoia mudança de gestão da JBS

BNDES tenta tirar mando da empresa da família Batista

148
0

Segundo o jornal O Globo, a Caixa Econômica Federal, que tem 4,5% das ações com direito a voto da JBS, deve se aliar ao BNDES na tentativa de afastar da gestão da companhia a família Batista – que a controla, com 42,5% do capital. O banco de fomento, dono de 21,32% das ações, pediu a convocação de uma Assembléia Geral Extraordinária para discutir o assunto. Segundo fonte citada pelo jornal, ambos justificam o afastamento como necessário para “preservar o valor do negócio”. Ao anunciar o pedido, Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES afirmara estar cumprindo o dever de um acionista de defender seus interesses na companhia.

Ainda segundo O Globo, investidores avulsos, liderados pela Associação dos Investidores Minoritários (Aidmin), entraram com recurso na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedindo os nomes e respectivo número de ações de todos os acionistas da JBS, para formar um novo bloco de oposição à família Batista e pedir-lhe indenização financeira.

Segundo Aurélio Volpato, vice-presidente da Aidmin, o ressarcimento se deve ao fato de que as propinas pagas pela JBS saíram do caixa da empresa, prejudicando os acionistas.
O pedido dos nomes foi inicialmente feito à própria JBS e não foi atendido; daí, o recurso à CVM. A JBS retruca, em nota, que pediu mais esclarecimentos sobre a demanda e “que até o presente momento não foram respondidos”.

Fonte: O Globo

DEIXE UM COMENTÁRIO