Alimentação, destaque entre franquias

Alimentação, destaque entre franquias

Entre franquias, empresas do ramo ganharam da inflação

183
0

As empresas de Alimentação ficaram em quarto lugar entre os segmentos de franquias brasileiras cujo faturamento mais cresceu em 2016. Avançaram 8,8%, ganhando, portanto da inflação, que bateu em 6,29%. Ficaram atrás dos ramos de Saúde, beleza e bem-estar (+15,5%), Serviços automotivos (+11,6%) e Moda (+10,4%), segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Em termos de número de lojas o segmento manteve a liderança, conforme informara anteriormente a entidade. Dezoito das 50 maiores redes em extensão e cinco das 10 primeiras desse ranking pertencem a ele, representando mais de um terço (36%) da amostragem. É o dobro do que tem o segundo colocado no ranking por atividade – Serviços Educacionais (18%) ou a soma dos segmentos listados do terceiro ao sexto posto: Moda; Saúde, beleza e bem-estar; Serviços automotivos e Casa e construção.

De acordo com os dados da ABF em todo o setor, o faturamento nominal cresceu 8,3% no ano passado em relação a 2015, de R$ 139,6 bilhões para R$ 151,2 bilhões. O desempenho, superior ao de 2015 (8,08%), ficou no patamar dos dois últimos anos. Em 2014 o avanço fora de 8,96% ante 10,22% em 2013, de e 20,75% em 2012.

O número de unidades de franquias em operação no País totalizou 142,6 mil, 3,1% a mais que em 2015, apesar de o número de redes ter recuado 1,1%. Ou seja, foi um ano em que as cadeias já consolidadas continuaram investindo em expansão.

Para 2017, a ABF estima um crescimento de 7% a 9% para a receita e estabilidade no número de marcas em atividade no País, na faixa das três mil. Em 2016 eram 3.039.
Fonte: ABF

DEIXE UM COMENTÁRIO